Por que existe diferença entre a contabilização dos cliques das DSPs dos cliques contabilizados pelo Google Analytics?

Por que existe diferença entre a contabilização dos cliques das DSPs dos cliques contabilizados pelo Google Analytics?

 

Todas as DSPs usadas pela Publya e Google Adwords são AdServidores, ou seja, plataformas servidoras de anúncios de publicidade, o Google Analytics é uma ferramenta de monitoramento de acessos no site.

Por serem ferramentas com finalidades diferentes, e que possuem formas diferentes de monitoramento, é comum o Google Analytics relatar números de cliques e conversões mais baixos que os números relatados pelas campanhas direto nas plataformas.

Fazendo uma analogia para facilitar o entendimento, os AdServidores seriam a catraca da festa que contabiliza todas as pessoas que passaram pela portaria/bilheteria, já o Google Analytics seria a Polícia Militar que faz uma estimativa do Público presente no evento.

Plataformas AdServidores

Os cliques registrados pelas DSPs e Adwords resultam de um pedido de informação feito pelo anúncio.

Ou seja, quando o usuário clica no anúncio da campanha, o banner envia um registro ao AdServidor “perguntando” a página de destino desse banner. A resposta é o site para onde o usuário é encaminhado. Assim, sempre que clicamos no banner e a “pergunta” da página de destino é feita, o AdServidor contabiliza um clique. Portanto, sempre que um clique ocorre nas DSPs e no Google Adwords essas ferramentas contabilizam esse clique, eliminando, automaticamente, cliques fraudulentos dos dados das campanhas. Esse número não tem erros.

 

Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta que trabalha com estimativa de volume de eventos. Os cliques registrados pelo Analytics dependem da ativação da sua Tag instalada corretamente no site.

O usuário, ao clicar no banner, é enviado para o site. Assim que ele entra no site, o navegador (Chrome, Internet Explorer, Safari) faz a leitura de um código, criado por um programador. Dentro desse código, inserimos a Tag do Google Analytics, que também é um código.

Quando o navegador faz a leitura de todo o código da página, ele também faz a leitura da Tag do Analytics, que ativa uma Função Javascript.

Sendo assim, para que o Google Analytics registre qualquer informação é preciso que a sua Tag seja lida e seja ativada a Função Javascript. Acontece que, algumas vezes, a Tag é lida mas a Função Javascript não funciona.

A leitura e ativação da Tag dependem de vários fatores, entre eles: a leitura de todo o código da página pelo navegador, a correta instalação da Tag, a ativação da Função Javascript durante a leitura da Tag e, até, a qualidade da internet (velocidade e sinal).

Na maioria dos casos, o motivo da variação entre os dados com os dados do Analytics está relacionado à problemas ao acessar o site do anunciante como lentidão para carregar a página, problemas no carregamento da tag, queda de conexão, entre outros.

Com relação a diferença entre os números de Metas e Conversões, é importante ter certeza de que todas as ferramentas estão contabilizando o mesmo objetivo de conversão. Além disso, o Google Analytics contabiliza apenas as Conversões Post-Click e não consegue identificar as Conversões Post-View de campanhas.

 

Last Updated On dezembro 18, 2017
Last Updated On dezembro 18, 2017