A perspicácia do pretargeting ou a obstinação do retargeting?

Mercado programáticooutubro 22, 20144 Minutes

Para aqueles que já são familiarizados com o retargeting, seu irmão mais novo não veio para tomar posse do futuro da mídia digital. Longe disso. Apesar do que muitos são levados a acreditar, a tendência do famigerado pretargeting não é um boom repentino e sequer uma novidade.

O primeiro é embasado no passado do usuário – os sites em que ele visitou e despediu-se sem realizar alguma compra –, onde a mídia segue “caçando” o possível consumidor até que ele volte e, de fato, gere lucro através da compra. Já o pretargeting tem o objetivo de focar nos comportamentos que o usuário ainda não teve – mas pode vir a ter.

Toda vez que utilizamos a internet, deixamos um rastro por onde passamos. Os cookies, check-ins, cliques e formulários, por exemplo, são alguns dos casos que reconhecem o usuário e, assim, traçam um perfil prévio. Com isso, o pretargeting identifica comportamentos e afinidades que se assimilam com a marca, empresa ou produto em questão.

Cada vez mais em evidência, essa estratégia tem a capacidade de trabalhar lado a lado com o retargeting, gerando novos e potencializados resultados para uma campanha eficaz. Com um deles indo atrás dos antigos usuários e o outro analisando e identificando novos e relevantes consumidores, um futuro comprador pode ou não ter visitado o site do produto para que seja efetuada a estratégia e comece o disparo de mídia.

O retargeting, de fato, auxilia muito o exponencial de vendas e ROI de uma campanha. Com a ajuda de seu irmão mais novo, mais ainda a audiência se tornaria qualificada e a evolução, constante. Somente com o retargeting é possível atingir cinco vezes o ROI da campanha. Somando o pretargeting, há expectativas de sete a dez vezes mais.

Uma das únicas dificuldades que o pretargeting tem enfrentado é a integração dos universos offline e online, já que o comportamento dos consumidores de uma empresa que está completamente online – como a Netshoes – torna muito mais fácil a identificação e absorção de informações sobre os usuários. A simplicidade e união de caminhos é sempre o caminho mais eficaz, e juntando a perspicácia do pretargeting com a obstinação do retargeting, é mais fácil prever o sucesso de uma campanha.

Fonte: Revista Proxxima

É importante dizer que a Publya já possui e trabalha com tecnologias de retargeting e pretargeting. Através dessas e outras diversas estratégias, a Publya está à disposição para proporcionar mais resultados para os anunciantes e agilidade para as agências.