Resumo da Live: Gestão de Dados e Mídia Online para E-commerce

Introdução a Mídia Digitalabril 9, 202111 Minutes

No dia 07 de abril, a Publya participou do webinar “Insights de marketing digital: Como usar dados e fazer campanhas que gerem resultados”, em conjunto com a ABLOS e Tail, para debater sobre a gestão de dados e mídia online para e-commerce. O evento foi apresentado por Alex Andrade, Gerente de Mídia Programática da Publya, Bertoldo Prellwitz, Gerente de Novos Negócios na Tail, e Andrea Duca, integrante do Conselho da ABLOS. Confira um resumo dos tópicos explorados ao longo do webinar.

Experiência multicanal e uso de dados

A atuação multicanal se tornou um requisito para os varejistas oferecerem uma experiência personalizada aos clientes, seja no ambiente online ou offline. O uso dos dados e da mídia online fazem toda a diferença nesse processo, ajudando as marcas a conhecerem melhor o perfil dos consumidores e a atingirem melhores resultados nas ações de marketing e publicidade.

Para aproveitar o potencial do ambiente digital é importante entender que a jornada do consumidor é extremamente dinâmica. Ele pode estar dentro de um uber, e durante o trajeto ver um outdoor na rua ou escutar uma propaganda no rádio. Assim como pode estar em casa, usando o seu smartphone para acessar as redes sociais ou ler uma notícia em um portal, e também ser impactado pelo anúncio de uma marca.

A tecnologia fornecida pela Tail ajuda a identificar os comportamentos e interesses dessa audiência. Bertoldo comenta: “Uma marca pode acompanhar os visitantes que acessam sua loja online e identificar uma série de características, como Perfil (Alta Renda, Baixa Renda, etc) e Interesses (Tv, Notícias, Tecnologia, Esportes, Produtos de Beleza). Esses dados podem ser organizados para criar audiências específicas e acionáveis para campanhas digitais.”

Para ilustrar o potencial dos dados, Bertoldo traz o exemplo de um cliente da Tail, do setor varejista, que desenvolveu uma campanha para divulgar uma linha de tênis esportivos. Ao analisar os dados, as equipes perceberam que o público interessado na compra eram pessoas com Perfil Geeks, Gamers e Interessados em Tecnologia, um grupo que a marca não esperava que fossem potenciais compradores. A partir dessa descoberta, eles começaram o planejamento de uma comunicação personalizada para o público-alvo. “Essa é uma excelente forma de utilizar os dados para criar campanhas personalizadas e aumentar o retorno em vendas“, complementa.

Diferente da mídia offline, nos canais digitais é possível se apoiar no uso dos dados para fazer a entrega dos anúncios de forma personalizada, além de monitorar a jornada dele até executar uma transação. Dessa forma, consegue-se fazer uma análise aprofundada dos indicadores e entender o ROI de cada canal. É aí que entra o papel de uma trading desk como a Publya, que busca utilizar os dados para encontrar esses usuários em diferentes canais, e executar as campanhas de mídia de forma mais eficiente.” complementa Alex Andrade.

Começando no cenário digital

Buscar parcerias que entendam os desafios iniciais do anunciante é essencial para construir um planejamento adequado ao cenário da marca. No caso de um e-commerce que só faz o disparo de emails, por exemplo, é preciso começar aos poucos para identificar o impacto que outros canais, como a Programática, Facebook e Google Ads, podem trazer para a estratégia da marca.

Alex apresentou o case de um anunciante que começou a fazer campanhas de mídia programática, e à medida que foram garantindo bons resultados começaram a explorar novos canais na sua estratégia. “A equipe da Publya realizou uma série de análises e otimizações para alinhar a entrega de acordo com os canais que mais trouxeram desempenho. Os resultados trouxeram mais confiança ao cliente com relação ao ambiente digital, e foi um diferencial para alavancar as vendas do e-commerce”, comentou Alex.

Quanto investir em uma campanha para garantir bons resultados?

A pandemia trouxe algumas pautas para reflexão, e a principal delas é a avaliação de custos para realizar novas ações. As verbas destinadas ao marketing precisam ter um retorno, e no digital as empresas podem monitorar e otimizar suas ações continuamente para ter um uso cada vez melhor do recurso investido.

Hoje é possível garantir um bom desempenho a partir de um investimento de R$3.000 a R$5.000. Com esse valor é possível levar cerca de 2.500 novos usuários para o site, e entre esses usuários alguns deles podem converter, ou até mesmo fazer uma compra. Mas um ponto importante é o alcance que a mídia digital permite. Por exemplo, com esses mesmos R$5.000 seria possível impactar até 1 milhão de pessoas. Tudo depende das características do público-alvo que o anunciante busca impactar, que pode ser mais ou menos complexo”, comenta Alex Andrade.

A mídia online democratizou o acesso à publicidade, permitindo que anunciantes com diferentes níveis de orçamentos possam fazer parte do ambiente digital. Por isso, é importante acompanhar os resultados com o apoio dos dados, para assim, investir mais e melhor”, complementa Bertoldo.

Dados de CRM e WhatsApp Business

Entender a audiência é o ponto mais importante para ter um bom desempenho no ambiente digital. A plataforma da Tail permite o uso de diferentes fontes de dados, como a base de compradores do e-commerce, informações do CRM (email, CPF, telefone, entre outros), para entender o comportamento do consumidor e gerar insights para as campanhas e ações de marketing da marca.

Um exemplo apresentado foi o case de uma loja de moda feminina, onde foram utilizados os dados de vendas anteriores para fazer com que as pessoas que compravam na loja física, também fossem impactadas pelas soluções que se interessavam no ambiente online.

É importante reforçar que os clientes estão em diferentes etapas da jornada de compra, e que personalizar a comunicação e atendimento nesses momentos pode fazer a diferença na hora consolidar uma venda. “O WhatsApp é uma ferramenta que vem sendo utilizada por grandes varejistas para automatizar comunicações e fazer um atendimento pós-venda, mas é importante entender como levar uma mensagem de forma personalizada dentro da plataforma”, comenta Alex Andrade.

Bertoldo também cita duas experiências que teve com o WhatsApp, onde uma das marcas não o retornou e a outra centralizou toda a sua experiência pós-compra pelo aplicativo, informando sobre a confirmação do pedido, forma de pagamento, etc. “Se você criar um canal de comunicação pelo WhatsApp, porque está todo mundo criando e não aproveitar o seu potencial, você pode acabar perdendo vendas. Quando analisamos o ambiente digital, que é tão rico em dados e estratégias para alcançar audiências, é essencial entender como desenvolver estratégias para garantir o máximo de eficiência em todos os pontos de contato com os compradores”, complementa.

Construir uma experiência multicanal com base no entendimento sobre a audiência é essencial para gerar melhores resultados nas ações de marketing e publicidade. Converse com um especialista da Publya e saiba como adotar uma estratégia de mídia personalizada para o seu negócio.